Navegue
por categorias

As incríveis cavernas da Nova Zelândia

Do outro lado do mundo, a Nova Zelândia é conhecida pela natureza distinta, cultura Maori e esportes radicais. E na vasta lista das experiências que se pode ter no país, uma das atrações imperdíveis é o turismo de exploração de cavernas. O roteiro inclui Waitomo Caves, as cavernas mais famosas da região, que podem ser visitadas por turistas de qualquer idade com propósitos diferentes de aventura, e até mesmo por pessoas com dificuldades de mobilidade. Incrível, não?

Waitomo Caves é um intrincado sistema cárstico de 300 cavernas distribuídas em 40 quilômetros de extensão entre as cidades de Te Kuiti e Otorohanga, na Ilha Norte da Nova Zelândia. As cavernas estão localizadas a aproximadamente 200 km de Auckland, o principal centro financeiro da Nova Zelândia.

Para Oscar Risch, um dos autores do site Viajoteca, que explorou as Waitomo Caves, percorrer o roteiro é vislumbrar um cenário encantador.  Além dos belíssimos espeleotemas, formações rochosas típicas que fazem dessas e de outras cavernas neozelandesas únicas no mundo, a ocorrência da Arachnocampa luminosa, espécie de inseto nativo com bioluminescência natural, cria um céu estrelado no interior das cavernas.

As agências locais de turismo são extremamente profissionais e atenciosas. O quesito segurança é especialmente levado a sério, principalmente nas atividades repletas de adrenalina como o Black Water Rafting, uma descida de boia de pneu de caminhão pelos canais, riachos e cachoeiras do interior da Ruakuri Cave. “A sensação de explorar o desconhecido no escuro e dentro da caverna é absolutamente incrível”, conta Oscar sobre a sua atração favorita nas cavernas.

A Ruakuri Cave é a caverna mais bem preparada para atender visitantes com dificuldade de locomoção e não há praticamente nenhum desafio para os turistas em geral. As cavernas têm infraestrutura completa. “Com certeza, é um passeio interessante e único. Crianças com mais de 5 anos vão certamente lembrar da experiência para o resto de suas vidas. A primeira vez que eu estive em uma caverna foi com essa idade e lembro até hoje”, incentiva Oscar.


Vai lá

Oscar Risch dá mais algumas dicas para incluir a Waitomo Caves no próximo roteiro de aventura fora do país. Confira: