Já garantiu seu ingresso para
Adventure Sports Fair 2017?
Não deixe para a última hora!

COMPRE AGORA X

Navegue
por categorias

Escalada para crianças: conheça escolinhas e picos para os pequenos

Assim que as crianças começam a dar os primeiros passos, acaba o sossego dos pais! Os pequenos começam a subir em tudo, desde as escadas até sofás, estantes, caixas e cadeiras. Apesar de deixar os pais de cabelo em pé, a escalada é um impulso natural do desenvolvimento das crianças, e deve ser estimulada – não nos móveis de casa, é claro!

Alexandre Silva, proprietário da Casa de Pedra, ginásio de escalada em São Paulo, explica que a prática do esporte pode ser iniciada em qualquer idade. “A escalada não afeta a formação óssea e muscular, então não atrapalha o desenvolvimento em nenhuma idade. Eu mesmo já levei meu filho aos três anos para escalar algumas pedras”, conta o empresário e montanhista. Os menores podem começar a escalar paredes pouco inclinadas, com a ajuda dos pais ou instrutores e, conforme a coordenação motora permitir, os desafios podem evoluir. A partir dos cinco anos, já é possível introduzir os pequenos ao esporte utilizando os equipamentos de segurança.

Para aprimorar a experiência das crianças com a escalada e estimular o contato com a natureza, nada melhor do que os picos e pedras ao ar livre! “Não existem locais específicos para crianças. O que utilizamos são picos mais fáceis de serem escalados, com menos inclinação e altura, além do fácil acesso”, diz Silva. Alguns dos lugares mais bacanas para curtir com as crianças são:

Visual das águas: é um campo escola localizado na cidade de Bragança Paulista, a cerca de 1 hora da cidade de São Paulo. A rocha utilizada para praticar escalada tem acesso fácil, com apenas 10 minutos de caminhada por uma trilha até a base da pedra. Vale a pena fazer um bate-volta!

São Bento do Sapucaí: a cidade é um verdadeiro oásis para os fãs de escalada e um prato cheio para as crianças explorarem suas habilidades como pequenos montanhistas! Algumas das rochas mais famosas do local são a Pedra da Divisa, a Pedra do Baú, Bauzinho e Ana Chata.

Vai lá

Algumas escolas e ginásios de escalada oferecem aulas especiais para os pequenos. “Os professores avaliam a dificuldade de cada criança e oferecem desafios que eles são capazes de superar, de forma lúdica, para não desestimular a prática”, afirma Silva. A própria Casa de Pedra tem parceria com a equipe Curumim Vertical, que oferece aulas com educador físico, pedagogo e técnico em altura. Mais informações no site http://www.casadepedra.com.br/cursos-e-atividades/curumim-vertical.