Já garantiu seu ingresso para
Adventure Sports Fair 2017?
Não deixe para a última hora!

COMPRE AGORA X

Navegue
por categorias

Trail Running: saiba tudo para se tornar A Rainha da Montanha

Modalidade muito procurada por quem curte aventura e contato com a natureza, o Trail Running, ou corrida de montanha, cresceu muito no Brasil nos últimos anos e tem até um calendário de provas tradicionais e bem organizadas. Uma delas é A Rainha da Montanha, corrida só para mulheres. A 5ª edição da competição foi realizada no final de 2016 em Mogi das Cruzes, interior de São Paulo.

A Rainha da Montanha pode ser disputada em percursos de 3km e 7km, recomendados para as iniciantes, ou 14km e 21km, para as atletas mais experientes. Vera Lucia Saporito, educadora física e um dos principais nomes em trail running no Brasil, corre há mais de 10 anos e já completou por duas vezes A Rainha da Montanha. Apesar de requerer uma certa preparação, a prova também pode ser feita por quem quer curtir o esporte com mais tranquilidade. “A proposta da prova não é muito técnica. A maioria do percurso é feito de estradinhas, tem algumas trilhas não muito fechadas, a altimetria é tranquila e a paisagem é linda”, explica Saporito. De acordo com a atleta, os principais obstáculos da prova são as subidas um pouco mais íngremes, que exigem mais fôlego, principalmente de quem nunca correu em montanhas.

Para quem ainda não tem o hábito de praticar trail running, mas se interessa em começar a atividade, é preciso prestar bastante atenção à preparação antes de prova. Como educadora nessa área, Saporito recomenda procurar um profissional de educação física para fazer uma avaliação e montar um cronograma de treinos de pelo menos seis meses. “Esse profissional vai te passar uma planilha de corrida e dentro dessa planilha você vai saber o tipo de treinamento ideal para você, tanto em exercícios de cardio como de fortalecimento” esclarece. Dentro deste cronograma, é importante ainda fazer pelo menos dois treinos por mês em locais parecidos com o terreno da prova. Isso é fundamental para se familiarizar com a técnica de montanha, onde o solo é muito mais irregular e a chance de pisar em buracos, ou lidar com lama, aumenta a possibilidade de lesões.

O par de tênis, melhor amigo do corredor, também merece atenção especial no trail running. Ao invés dos tradicionais tênis de corrida em asfalto ou esteira, é essencial utilizar tênis de trilha. O equipamento tem no solado pequenas garras chamadas de “grips” que aderem melhor ao solo de montanhas e estradas, evitando escorregões ou quedas. “Ele tem o amortecimento de um tênis de rua, mas as garras vão segurar na descida, na subida, na lama, na pedra. Isso é superimportante porque implica na performance”, ressalta Saporito.

O trajeto

A largada da Rainha da Montanha acontece no sítio Espaço Vale Azul, no distrito de Taiaçupeba, em Mogi das Cruzes. A maioria dos competidores costuma acelerar o passo na largada, já que é uma descida e tendem a diminuir o ritmo depois. “É preciso segurar o compasso no começo, principalmente se você não conhece o percurso, para que você consiga entendê-lo e, com o tempo, se encaixar na prova”, aconselha Saporito.

Nos trechos de subida, a atleta recomenda fazer uma passada mais curta e manter a respiração mais forte para recuperar o batimento cardíaco que pode aumentar muito. Caso não consiga correr, é importante caminhar rápido e não parar. Nessas horas, os treinos externos feitos previamente serão essenciais para que o corredor já chegue entendendo o clima da competição.

Outro ponto forte das provas de trail running é a organização. É fundamental que o percurso seja bem demarcado, que haja hidratação e tenha um staff bem preparado para ajudar o atleta caso aconteça qualquer imprevisto. Na Rainha da Montanha, o percurso de 3 km tem hidratação no km 1,5; no trajeto de 7km o ponto de hidratação é no km 3,2; no trajeto de 14km o atleta encontra hidratação nos quilômetros 3,2, 6,5 e 9,7; e o maior percurso, de 21km, conta com quatro pontos de hidratação, nos quilômetros 3,2, 9,5, 13,8 e 17.

Vai lá

A Rainha da Montanha costuma acontecer duas vezes por ano. Em 2017, a primeira prova está prevista para o segundo semestre, ainda sem data confirmada. As inscrições podem ser feitas pelo site da organização (www.arainhadamontanha.com.br), e os valores ficam entre R$ 110,00 e R$ 260,00*. A largada e a chegada acontecem no Espaço Vale Azul, na Rod. Eng. Cândido do Rego Chaves, 240, Taiaçupeba - Mogi das Cruzes – SP. Os organizadores informações periodicamente na página do evento no Facebook.

*valores checados em 03/02/17