Já garantiu seu ingresso para
Adventure Sports Fair 2017?
Não deixe para a última hora!

COMPRE AGORA X

Navegue
por categorias

Escaladas e adrenalina em algumas das principais capitais brasileiras

As paisagens brasileiras, repletas de morros e montanhas, tornam a escalada um dos esportes mais viáveis para quem gosta de adrenalina e aventura. Entretanto, a maior parte desses locais é afastada dos grandes centros, dificultando o acesso de boa parte das pessoas que se interessam pela prática.

Para os amantes da atividade que não possuem disponibilidade de locomoção e tempo, a escalada clássica foi adaptada para a modalidade indoor e é realizada em ginásios de escalada e academias espalhados por todo o Brasil, especialmente nos grandes centros urbanos.

“Os maiores atrativos dos ginásios são a praticidade e a proximidade. Também não há variante de clima ou perigos inertes. Além disso, o praticante está sempre acompanhado de instrutores”, diz Alexandre Silva, montanhista e proprietário da Casa de Pedra, o maior ginásio de escaladas do Brasil, que fica em São Paulo.

Considerada uma das atividades mais saudáveis e com benefícios além do desenvolvimento físico, a escalada é recomendada para todas as idades: “Temos filhos de clientes escalando já com três anos de idade, até senhores com mais de 70, assim como famílias inteiras”, Alexandre completa.

Ainda assim, escalar na natureza é mais recomendado. Segundo o montanhista Luciano Fernandes, “a família em contato com a natureza tende a entender o mundo de uma maneira mais completa”. Ele ainda recomenda a visita a São Bento do Sapucaí, Rio de Janeiro e Águas Frias de Goiás.

Há escaladas para todos os gostos e estilos, desde as mais fáceis e tranquilas, até as mais exigentes e com mais adrenalina. Se você gosta de socialização e conforto, o ginásio é mais indicado, porém se é muito disperso com o barulho, gosta de mais aventura ou acredita que o contato com a natureza é essencial, vá visitar os morros e paredes rochosas espalhadas pelo país. Mas fique atento, caso nunca tenha praticado escalada ou é iniciante, indica-se o acompanhamento de um guia qualificado e a utilização de equipamentos de segurança.


Vai lá*:

São Paulo:

O município de São Bento da Sapucaí, que fica a cerca de 200 km da metrópole, é considerado o melhor local para escalada no Estado de São Paulo. Na cidade está localizada a principal montanha rochosa do estado, a Pedra do Baú, que possui 1940 metros de altura e cerca de trinta trilhas de dificuldades variadas que podem levar até 1h30min para serem percorridas. Além disso, o local é cercado pela mata nativa e fica a 24 km da cidade. O município é muito visitado para prática de esporte de aventura e oferece aos turistas muitas oportunidades e opções de treino e lazer esportivo. Além da Pedra do Baú, outros 12 destinos são indicados para escalada em São Bento.

Outro local na capital paulista é a Casa de Pedra, um Ginásio de Escalada onde são ministrados cursos de escalada, tecido acrobático e slackline. A mensalidade é a partir de R$199 e as diárias variam entre R$50-65, e dependem se os equipamentos de segurança estão inclusos ou não. Apesar de abranger todas as idades, menores de 13 anos necessitam do acompanhamento dos pais. O Ginásio fica na Rua Venâncio Aires, 31 - Vila Pompéia e o telefone para contato é (11) 3879-6800.

A Academia 90 Graus é mais uma opção. A primeira academia de escaladas do Brasil, que oferece opções de diárias (R$ 38) com acompanhamento profissional e também oferece aluguel de equipamentos. A 90 Graus fica na Avenida João Pedro Cardoso, 107 – Parque Jabaquara, ou ligue (11) 5034 8775.

Rio de Janeiro:
A prática ao ar livre também é comum na capital do Rio de Janeiro. A região da Urca e a Floresta da Tijuca, onde estão o Pão de Açúcar, Morro da Babilônia e o Morro da Urca, por exemplo, são apenas alguns dos locais propostos para escalada na Cidade Maravilhosa. Além disso, boa parte desses pontos é de fácil acesso para quem quer praticar durante o dia a dia. “Em algumas montanhas você consegue ir de metrô e em outras, você para o carro praticamente na base”, conta o instrutor carioca Flavio Daflon, que também é proprietário da escola de escalada Companhia da Escalada.

O Morro da Babilônia é a área mais freqüentada do Rio de Janeiro já que, além de ser boa opção para uma escalada, é possível ter uma bela vista do Pão de Açúcar ao chegar no topo. A parede tem cerca de 150 metros de altura e a dificuldade do trajeto pode variar, ao todo são 35 vias diferentes. Para acessar a Babilônia é necessário se registrar na portaria de serviço do teleférico, que funciona das 8h30 às 19h30, e deixar algum documento com foto. Para mais informações acesse o site da Companhia da Escalada ou ligue (21) 2567-7105.

Brasília:
A UBT, localizada em Brasília, é a maior academia de escalada da região e oferece planos anuais a partir de R$199 ou mensais que variam entre R$50-60. Além disso, também possui o UBT Kids, que conta com aulas para crianças e adolescente de 5 a 16 anos. Os preços variam de R$180 a R$432 por mês. A unidade Asa Norte fica no Clube da Vizinhança da Asa Norte, na L2 Norte, na Sgan 604 Módulo C. Para mais informações, ligue: (61)-3223-2450 /98175-1033.

Outra academia conhecida é a Primata Centro de Escalada, que fica localizada no Plano Piloto. Com um modelo mais tradicional e mensalidades a partir de R$175, o centro oferece cursos para escalada em rocha e um programa de treinamento para escalada indoor. Endereço: SHCGN 710/711, Bloco B Loja 5. Para mais informações ligue: (61) 3201-8301

Diferente do Rio de Janeiro, não existem bons lugares de escalada ao ar livre em Brasília e, por isso, é necessário se afastar do centro da cidade. Entretanto, o estado de Goiás é um dos mais visitados por amantes de escaladas e vários de seus municípios são recomendados para a prática. Um deles é Água Fria de Goiás, que fica a cerca de 120 km do Distrito Federal e onde está localizado o pico Belchior, que possui 80 vias que variam entre esportivas e tradicionais.

Fortaleza:

Em Fortaleza há o espaço para treinos de escalada A Fábrica de Monstrinhos, que fica localizada na Rua Clarindo de Queiroz, 55. O Ceará é bastante conhecido por suas paisagens naturais e um dos locais mais indicados por aventureiros é o município de Quixadá, que fica a 170 km da capital. O local tem a maior quantidade de vias do estado, somando 133 linhas diferentes, vias esportivas e paredes de quase 500 metros.

Salvador:
A capital baiana é recomendada para visitas históricas e reconhecida pelo carnaval, mas no quesito esportivo é necessário ir para longe do centro. Itatim, por exemplo, está situada a 200 km de Salvador e é um dos destinos mais recomendados da Bahia. Com mais de 60 vias, a cidade fica às margens da BR116 e é fácil de conseguir orientações e mapas na sede da Prefeitura, onde também fica a Secretaria de Esportes.

*Os maiores custos para escaladas na natureza são com equipamentos, instrutores ou guias. Alguns locais exigem pagamento de uma taxa simbólica para a manutenção ou cobram pelo estacionamento. Para mais informações procure guias de escalada em cada uma das regiões sugeridas.